Blog

  • Home
  • Notícias
  • Podemos trabalhar partes específicas do corpo nos treinos de eletroestimulação?

Podemos trabalhar partes específicas do corpo nos treinos de eletroestimulação?

Essa é mais uma pergunta frequente que a equipe da Perforce recebe quando alguém agenda uma aula experimental com eletroestimulação neuromuscular de corpo inteiro (EMS). E para essa questão a resposta é SIM.

Apesar de uma das grandes vantagens do treino EMS ser a possibilidade de trabalhar todo o corpo ao mesmo tempo, cada parte do corpo pode ter um estímulo com intensidade diferenciada.

Dessa forma, é possível focar e garantir a especificidade do treino e no objetivo do aluno. Afinal, o método Perforce trabalha basicamente com oito pares de eletrodos, que vão garantir estímulos nas regiões de braços, peito, abdômen, coxas, glúteos, costas nas regiões lombar e torácica, além da região lateral do tronco.

Nessas situações especiais, nas quais há o objetivo de trabalhar uma parte específica, o número de eletrodos pode ser aumentado e as regiões musculares que serão estimuladas podem ser modificadas.

E, para garantir todas essas possibilidades de ajustes, os treinos da Perforce são sempre individualizados (apenas aluno/a e instrutor/a ficam na sala) e hiperpersonalizados.